camapnhaJuntos430x430-100.jpg

O fim de ano está chegando e, neste período, o espírito de solidariedade desperta entre as pessoas. Se você deseja contribuir com algum projeto social neste Natal, participe da campanha “Juntos a Gente Faz o Futuro Brilhar”, da Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal (Fenae). Os recursos arrecadados serão revertidos para 25 projetos da Fenae e Apcefs em parceria com a Moradia e Cidadania, beneficiando famílias e crianças em situação de vulnerabilidade situadas próximas às sedes das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal (Apcefs).

“Estamos convidando os empregados da Caixa, aposentados, pensionistas e a sociedade em geral para se engajarem nessa mobilização nacional por mais cidadania e condições de vida dignas para a geração que será o futuro do país. E o futuro que defendemos para o Brasil é com mais educação, saúde e qualidade de vida”, reforça o presidente da Fenae, Sergio Takemoto.

As pessoas podem doar o valor que desejarem. A doação pode ser feita por meio do pix 34.267.237/0001-55/ Federação Nacional das Associações do Pessoal CEF ou pelos dados bancários: Agência: 1041, operação: 003, conta corrente: 50174-4.

Dê também a sua contribuição e ajude a mudar a realidade de centenas de famílias.

Saiba mais

 

Os projetos da Fenae e Apcefs em parceria com a Moradia e Cidadania conciliam ações de esporte, cultura, segurança alimentar e educação complementar com geração de renda e meio ambiente contemplando crianças, adolescentes e adultos. As iniciativas estão alinhadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU. 

O primeiro edital foi lançado em maio de 2021 e executado até julho de 2022. Os 12 projetos no Amazonas, Bahia, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Santa Catarina e São Paulo beneficiaram 600 pessoas diretamente e 2.426 indiretamente. Foram contemplados os seguintes ODS: 1 (erradicação da pobreza),2 (fome zero e agricultura sustentável) e 4 (educação de qualidade). 

No segundo edital, lançado em junho de 2022, foram selecionados 25 projetos. São 19 em educação, esporte e cultura nos estados do Acre, Alagoas, Amazonas, Amapá, Distrito Federal, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rondônia, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul (2), São Paulo e Sergipe. 

Há também quatro em segurança alimentar e geração de renda, desenvolvidos em Goiás, Minas Gerais, Santa Catarina e Tocantins, enquanto os dois últimos em meio ambiente executados na Bahia e no Rio Grande do Sul (1). Serão 2.094 beneficiários diretos e 8.376 indiretos. 

Os 25 projetos contemplam os seguintes ODS:  2 (fome zero e agricultura sustentável), 4 (educação de qualidade), 8 (trabalho decente e crescimento econômico), 10 (redução das desigualdades), 12 (consumo e produção responsáveis) e 15 (proteger a vida terrestre). 

A melhoria da qualidade de vida de famílias em situação de pobreza tem sido uma preocupação cotidiana do movimento associativo dos empregados da Caixa. 

Segundo o presidente da Fenae, os projetos e as iniciativas de desenvolvimento sustentável fortalecem os laços das entidades representativas com as comunidades em situação de vulnerabilidade de todo o país. “Essa realidade tem relação direta com a identidade da resistência contra o retrocesso e aponta para a participação das famílias mais pobres no processo de construção de uma sociedade mais justa, próspera e inclusiva”, frisou Takemoto.