Importância dos bancos públicos no desenvolvimento é tema de seminário no Pará | Portal

Notícias da Fenae

Importância dos bancos públicos no desenvolvimento é tema de seminário no Pará

As atuais ações do governo para reduzir os bancos públicos brasileiros serão discutidas nesta sexta-feira (15), em Belém, na sede do Sindicato dos Bancários do Pará, a partir das 8h30, no seminário “Bancos Públicos: Desenvolvimento pra toda gente”. O evento será aberto à população e contará com a participação de dirigentes de movimentos associativo e sindical, empregados e aposentados da Caixa.  Os convidados vão debater como a política de enfraquecimento dos bancos públicos afetará a população e o desenvolvimento do país.

“Vamos tratar do papel desses bancos nas políticas públicas e como o desmonte da Caixa Econômica Federal, por exemplo, irá retirar recursos dos programas sociais”, explica o vice-presidente da Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa (Fenae), Sérgio Takemoto. Ele destaca que setores como os de habitação, infraestrutura, educação, esporte e cultura serão afetados significativamente.

Haverá consequências para o trabalhador, já que a Caixa é também o banco do Fundo de Garantia (FGTS), do abono-salarial e PIS.  “Cerca de 70% das pessoas que fazem financiamento habitacional, o fazem na Caixa. Serão atingidas, principalmente, a população de baixa renda e todos os empregados do banco”, afirma o dirigente. Nesta sexta, os empregados da Caixa se mobilizam no Dia de Luta em todo país, contra a privatização do banco. A coordenadora do Comitê Nacional das Empresas Públicas, Rita Serrano, diretora da Fenae, também estará entre os debatedores.

A Fenae e a Apcef/PA são apoiadoras do evento, juntamente com a Associação Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil (Anabb), a Associação dos Funcionários do Banpará (AFBP), a Associação dos Empregados do Banco da Amazônia (AEBA) e a Federação dos Trabalhadores em Empresas de Crédito do Centro Norte – FETEC-CUT/CN.

O presidente do Sindicato dos Bancários do Pará e bancário do BB, Gilmar Santos, avalia, em texto no site do sindicato, o que há por trás do interesse do governo, de gestores e de empresários na privatização dos bancos: “A classe trabalhadora, como os bancários e bancárias, a maioria dos clientes e usuários, é quem vai sofrer as duras consequências, que são inevitáveis, como demissão, precarização do trabalho bancário e atendimento. O histórico de privatizações em nosso país, a sua grande maioria não teve final feliz, um exemplo é a Vale do Rio Doce ou a Celpa, daqui do nosso estado”.

Serviço
Seminário: “Bancos Públicos: Desenvolvimento pra toda gente”.

Dia 15/3/2019, a partir das 8h30 (sexta-feira)

Local: auditório do SEEB PA (Rua 28 de setembro, 1210. Reduto. Belém/PA)

 

 

Compartilhe:
Voltar

LINKS ÚTEIS

Atividades

    Atendimento APCEF

  • apceftocantins@gmail.com
  • APCEF/TO - Associação do Pessoal da Caixa Econômica Federal
  • ALC-SO 55, Conjunto 1, Lote 4 - Rural
  • Palmas /TO
  • TEL: (63) 3215-4068