Notícias

ccv_termo_de_adesao_400.jpeg

12/02/2021 12:46 / Atualizado em 12/02/2021 13:04

minuto(s) de leitura.

Adesão dos sindicatos à CCV deve ser feita por meio de assinatura do Termo de Adesão

Todas as informações foram encaminhadas às entidades filiadas à Contraf-CUT por comunicado

 

Os sindicatos que têm interesse em aderir ao acordo da Comissão de Conciliação Voluntária (CCV), renovado esta semana com a vigência até 31 de dezembro de 2022, devem fazê-lo por meio de assinatura do Termo de Adesão.

Além dos termos de adesão, os sindicatos deverão encaminhar também o formulário com os dados da entidade e representantes. Os documentos anexos deverão conter assinatura digital ou assinatura com reconhecimento de firma em cartório e enviados digitalmente. Todas as informações foram encaminhadas às entidades filiadas à Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) por comunicado.

“A CCV é mais um instrumento importante para os empregados reivindicarem seus direitos, principalmente neste momento após o PDV que aconteceu na Caixa”, lembrou Fabiana Uehara Proscholdt, coordenadora Comissão Executiva dos Empregados da Caixa (CEE/Caixa) e secretária da Cultura da Contraf-CUT.

CCV renovada

A renovação do acordo permitirá as entidades sindicais instituir ou manterem a CCV. A composição é paritária, com dois integrantes da Caixa e dois membros indicados pelo sindicato.

As sessões conciliatórias serão realizadas preferencialmente por meio de videoconferência. Esta foi uma solicitação dos empregados, principalmente devido à pandemia causada pelo novo coronavírus (Covid-19). Caso o sindicato ou o empregado achar necessário, a sessão presencial também poderá ser feita.

 

 

Acesse as redes da Fenae:

Acesse e conheça as vantagens de ser um associado

selecione o melhor resultado