VACINA JÁ

../../data/files/0C/33/BF/95/7C628710DD266287403A91A8/Fenae%20na%20Midia%20Vacinacao%20600x400.png

12/03/21 15:40

Pedido da Fenae para os empregados da Caixa terem prioridade na vacinação é destaque na imprensa

O Globo divulgou em sua versão online desta quinta (11) o ofício encaminhado pela Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal (Fenae) ao Ministério da Saúde, reivindicando que os empregados do banco público sejam incluídos no grupo prioritário da vacinação contra a Covid-19. A informação foi veiculada no blog da jornalista Bela Megale.

A reivindicação da Fenae para garantir segurança sanitária aos empregados e à população, foi noticiada também em outros veiculos e  por entidades parceiras como Gazeta do Povo, Hoje Pernambuco , Reconta Aí , O Cafezinho , Tudo Rondonia,  Poliarquia , PE Noticias , Sindicato dos Bancários de Alagoas, e Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região

No ofício enviado ao Ministério da Saúde, a Federação destaca que os funcionários da Caixa permanecerão na linha de frente da assistência dos brasileiros devido ao pagamento de programas sociais e também a demandas que crescem com a crise, como saques do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Em 2020, mais de 160 milhões de pessoas receberam o auxílio e outros benefícios sociais por meio do banco.

“Sem vacinação para os empregados da Caixa e para a população, as agências bancárias poderão se tornar vetores de contaminação”, ressalta o presidente da Fenae, Sergio Takemoto, ao blog.

Segundo ofício

A Fenae já encaminhou dois ofícios, neste ano, ao ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. No dia 13 de janeiro, a entidade já havia solicitado que trabalhadores do banco fossem incluídos no grupo prioritário da vacinação. Na ocasião, a pasta informou que a prioridade seria dada a pessoas com maior risco para agravamento e óbito como também para quem atua em serviços de saúde.

No ofício encaminhado nesta quinta, a Federação afirma que houve alteração no cenário brasileiro nos últimos meses com o surgimento de novas cepas e aumento da ocupação de leitos em todo país.

selecione o melhor resultado