VACINA JÁ

../../data/files/0C/61/95/70/73BE4710C9F9E847403A91A8/foto_fila_0909.jpg

26/03/21 09:40

Parlamentares apresentam novas emendas para incluir bancários como prioridade na vacinação

Novas emendas à Medida Provisória 1039/2021, que estabelece a retomada do Auxílio Emergencial, foram protocoladas na Câmara nesta semana. Os deputados solicitam a inclusão dos bancários na lista de prioridades para vacinação contra a Covid-19.

Para o presidente da Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal (Fenae), Sergio Takemoto, a solicitação dos parlamentares soma esforços ao pedido enviado pela Federação ao Ministério da Saúde com o mesmo objetivo.

“Com a volta do benefício emergencial e a continuação dos programas sociais que demandam atendimento presencial, a vacinação dos bancários é urgente. Temos séria preocupação com o contágio nas agências. Devemos proteger não só os empregados, mas todas as pessoas que precisam do atendimento”, explicou Takemoto.

A Emenda nº 67, assinada pelo deputado Orlando Silva (PCdoB/SP), destaca que os empregados da Caixa estão na linha de frente no atendimento dos serviços essenciais e a vacinação prioritária destes trabalhadores vai proporcionar à população o recebimento das novas parcelas do auxílio emergencial “de forma segura e organizada”.

Segundo o deputado Christino Áureo (PP/RJ), autor da emenda nº 93, o pedido leva em consideração não só saúde dos bancários, mas de toda a população que precisa de atendimento presencial nos bancos. “A vacinação da categoria bancária contribuiria para a redução da circulação do vírus em um ambiente com grande circulação de pessoas, tendo em vista que a execução das políticas públicas de caráter social passa, invariavelmente, pelo atendimento bancário”.

Para Pompeo de Mattos (PDT/RS), a incorporação da categoria entre os grupos a serem vacinados com prioridade é uma medida que vai evitar o contágio nas agências. E acrescenta - “Ao mesmo tempo, a situação econômica segue se agravando, com milhões de brasileiros desempregados e fechamento de pequenos negócios, necessitando, cada vez mais, dos programas sociais, de negociação de débitos e soluções financeiras”, diz o texto da Emenda nº 150.

Outras Emendas à MP já foram apresentadas nesta semana. Confira!  

selecione o melhor resultado