VACINA JÁ

../../data/files/CF/66/99/C8/D17497107C349197403A91A8/vacinacao_projetos_400.jpg

07/05/21 10:43

Luta por vacinação para todos e inclusão dos bancários no grupo prioritário ganha apoio de parlamentares

 

A atuação das entidades em defesa dos bancários para a ampla vacinação dos brasileiros e a inclusão da categoria no grupo de prioridade na imunização contra a Covid-19 ganha apoio dos parlamentares. Além dos projetos que tramitam no Congresso Nacional, Câmaras Municipais também se articulam para aprovar propostas semelhantes.

Em Salvador (BA), foi aprovado, nesta terça-feira (4), o projeto de indicação nº 178/21 (proposta para sugerir medidas de interesse público aos poderes competentes), que inclui os trabalhadores das atividades essenciais, como os bancários, na fase 4 do plano de vacinação. 

De acordo com o autor da proposta, o vereador e também presidente do Sindicato dos Bancários da Bahia, Augusto Vasconcelos (PCdoB), a luta agora é para que o projeto saia do papel. “Não é justo que quem está na linha de frente, atendendo ao público, em contato direto com a população, seja excluído da vacinação. Isso é inaceitável", destacou.

O vereador Lindbergh Farias (PT/RJ) apresentou um projeto na Câmara Municipal do Rio de Janeiro para incluir os empregados da Caixa entre as prioridades do calendário municipal de imunização.

“O trabalho dos funcionários da Caixa nessa pandemia foi heroico. Esses funcionários precisam ser vacinados porque estão muito expostos. E acho que essa tem que ser uma bandeira nacional porque a Caixa está espalhada por todo o Brasil e o que acontece aqui no Rio de Janeiro [filas e aglomerações] acontece em todo o país”, disse o vereador, em vídeo. “Imagine se a gente não tivesse uma instituição tão importante, pública, como a Caixa Econômica Federal?”, acrescentou. 

O presidente da Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa (Fenae), Sergio Takemoto, considera justos os projetos dos vereadores. Ele lembra que enviou dois ofícios ao Ministério da Saúde solicitando a inclusão da categoria no grupo prioritário. “Sem vacinação para os empregados e para a população, a nossa preocupação é que as agências bancárias, que estão sempre cheias, se tornem vetores de contaminação da covid-19”. 

Takemoto acrescentou: “A vacinação para todos os brasileiros é urgente. O país inteiro vive um luto permanente com a doença e com a irresponsabilidade do Governo. Bolsonaro ignora a pandemia e as mortes, incentiva medicamentos sem comprovação científica, faz chacota do uso de máscaras e desencoraja a vacinação. Precisamos fazer uma grande pressão pela vacina já ou estaremos condenados a arrastar a pandemia por anos”, alertou. 

 

selecione o melhor resultado