VACINA JÁ

../../data/files/19/37/90/CD/2B3B871048AB5887403A91A8/8Live400.jpg

08/04/21 19:57

Entidades pedem apoio ao deputado Christino Áureo na inclusão dos empregados Caixa como prioritários na vacinação contra a Covid-19

Em reunião virtual, nesta quinta-feira (8), dirigentes de entidades representativas dos empregados da Caixa reforçaram o pedido de apoio ao deputado Christino Áureo (PP-RJ) à luta pela inclusão dos trabalhadores do banco público no grupo prioritário de vacinação contra a Covid-19.  O parlamentar é autor da emenda nº 93 à Medida Provisória (MP) 1039/2021, que solicita prioridade na imunização para categoria bancária. 

Participaram da reunião os diretores da Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica (Fenae), Sergio Takemoto (presidente), e Jair Ferreira (Formação); os presidentes das Apcefs Pernambuco e Rio de Janeiro, Marconi Apolo e Paulo Matilleti, respectivamente; o presidente da Federação Nacional das Associações dos Gestores da Caixa (Fenag), Mairton Neves; e o presidente da Associação dos Engenheiros e Arquitetos da Caixa (Aneac), Geraldo Aires.

Além da emenda à MP do auxílio emergencial, outro instrumento debatido na reunião foi o Projeto de Lei 1011/20, que estabelece prioridade para 16 grupos dentro do plano de vacinação contra a Covid-19.

O presidente da Fenae lembrou a importância da vacinação dos empregados da Caixa e do papel social realizado pelo banco na pandemia. Só em 2020, quase metade da população foi atendida pelo banco. 

Takemoto relatou que a situação entre os trabalhadores que estão linha de frente é de intenso estresse e, com o retorno do pagamento do auxílio emergencial, tem ocorrido novas aglomerações e longas filas em algumas cidades.

“A vacina não vai chegar tão cedo para todos e a vacinação dos bancários da Caixa é urgente. Não podemos continuar colocando nossa vida em risco”, reforçou o presidente da Fenae.

O deputado Christino Áureo afirmou que continuará defendendo a inclusão dos bancários no grupo prioritário de vacinação. “Vamos trabalhar em todas as MPs que versarem sobre o assunto.  Não só coloquei emenda, mas também procurei defender o que era mais justo. Esse ambiente de aglomeração e de contaminação nas agências bancárias é uma realidade em todas as redes. Mas, no caso da Caixa, tem um componente agravante, que é o direcionamento do auxílio emergencial. Mesmo que haja aplicativos, a tendência é as pessoas, por dificuldade de acesso à internet, procurarem o atendimento físico, gerando impacto na rede”, avaliou o parlamentar.

Privatização

O presidente da Fenae também alertou o deputado Christiano Áureo sobre os prejuízos que a privatização de áreas lucrativas da Caixa trará ao país. 

“A privatização da Caixa Seguridade está sendo realizada a toque de Caixa e isso representará um grande prejuízo ao Estado brasileiro. As entidades que representam os trabalhadores da Caixa estão preocupadas com a venda de subsidiárias que vai enfraquecer a empresa”, disse Takemoto.

O parlamentar manifestou apoio a luta em defesa dos bancos públicos e contra a privatização dessas instituições.

 

 

selecione o melhor resultado