Notícias

FLAVIO CANTO 600X400.jpg

27 Abril 2019 - 18:36

Flávio Canto avalia que o sucesso só faz sentido se compartilhado

Para o judoca, que atua à frente de um projeto social na Rocinha (RJ), é importante lutar contra as injustiças sociais. Ressignificar vitórias, diz ele, é aprender a levantar depois do tombo

O palco do Inspira Fenae Transformações, em Belo Horizonte, virou um tatame na tarde deste sábado (27). Flávio Canto, um dos maiores nomes do judô nacional e atuante líder que oferece aulas de judô para crianças e adolescentes, discorreu sobre a concepção de sucesso diante das experiências de vida. Ele ainda demonstrou que é importante saber cair e a valorizar vitórias, o que ele fez com muita classe ao convidar para o tatame o também judoca Popole Misenga, com quem treinou rapidamente no evento que reuniu os associados da Apcefs.

Além das inspiradoras histórias que contou sobre o que representa cair e saber levantar nas várias lutas da vida, no sentido físico e figurado, Flávio Canto manteve um bate-papo pra lá de emocionante com o judoca Popole Mizenga. O também medalhista congolês contou aos empregados da Caixa histórias de adversidades e desagregação familiar vividas em consequência da guerra no seu país de origem, no Congo.

Popole falou das dificuldades de refugiado ao chegar ao Brasil e de como foi “abraçado” por brasileiros e pessoas no Rio de Janeiro, como Flávio Canto, que mantém uma ONG (Instituto Reação) que ensina judô com objetivo de promover a educação e o desenvolvimento humano. Hoje, Popole acumula medalhas e vitórias que só crescem e o colocam na situação de vencedor.

“Com minha atuação dando aulas na Rocinha (RJ), desde os 25 anos, fiz uma revisão de mundo e refleti que temos as ferramentas para mudar muitas vidas em favelas”, contou Flávio Canto que viu na fundação da instituição uma oportunidade de provocar transformações. “Trabalhamos com uma metodologia de projeto social que reforça a integração social, sem vitimismos, para que as pessoas tenham ideias de pertencimento e de autoestima”, comenta.

Em sua palestra, Flávio Canto contextualizou sobre o tema do Inspira Fenae Transformações com as turmas de judô da Rocinha e de como é importante lutar contra as injustiças sociais. “É preciso ressignificar o que é ter sucesso. Ele só faz sentido se puder ser compartilhado”, exemplificou o também jornalista e apresentador.

Flávio avalia que para haver uma transformação na vida das pessoas, elas precisam reconhecer que há oportunidades de fortalecimento nas derrotas. “É preciso olhar para trás e valorizar o que viveu, ter humildade e reconhecer quando as pessoas te ajudam a levantar ao longo da vida”, avalia, ao lembrar que na cultura ocidental ninguém ensina as pessoas a perderem.

O judoca diz que está acompanhando muitas histórias de superação que vêm se construindo ao longo dos anos na instituição no Rio de Janeiro. Atualmente, quatro atletas atendidos no local estão lutando a caminho das olimpíada, como uma já medalhista, além de dois refugiados que são exemplos de muita superação.

 

 

Veja também
Nenhum registro foi encontrado.

selecione o melhor resultado