Notícias

Fachada Caixa 400 10.09.JPG

21/09/20 20:45 / Atualizado em 23/09/20 09:39

minuto(s) de leitura.

Fenae protesta contra demissão de delegado sindical da Caixa em Sergipe

Flaviano Cardoso trabalhava no banco há 11 anos, é advogado e atuava como ativista político em defesa da empresa e dos direitos dos trabalhadores. Federação legitima o princípio da ampla defesa ao empregado demitido

A Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal (Fenae) encara com preocupação mais uma medida da atual gestão do banco, que demitiu o empregado Flaviano Correia Cardoso, até então lotado na agência Siqueira Campos, em Aracaju (SE). O recurso à dispensa de um trabalhador com 11 anos de empresa, que é advogado e atuava como delegado sindical, tem o poder de gerar incertezas e ampliar o clima de insegurança nas unidades da instituição. A Fenae legitima o princípio da ampla defesa ao empregado demitido.

Em relação ao episódio, o próprio setor jurídico da Caixa em Sergipe (Jurir/SE) divulgou um parecer. No documento, a conclusão é pela inexistência de qualquer prejuízo financeiro ao banco ou crime cometido pelo delegado sindical, a exemplo do que configura conflito de interesse por advocacia.

Com base no parecer do Jurir/SE, aumentam as suspeitas de que a demissão por justa causa de Flaviano Cardoso foi uma medida que teve o propósito de retaliar o movimento nacional dos empregados da Caixa, cujo histórico de luta em defesa do banco 100% público e contra a retirada de direitos dos empregados incomoda a gestão de Pedro Guimarães.

Diante do ocorrido, e junto com outras entidades representativas, a Fenae acompanha esse processo e respalda a campanha pela readmissão de Flaviano Cardoso, por considerar ser inadmissível a falta de bom senso na dispensa de empregados.

 

Acesse as redes da Fenae:

Acesse e conheça as vantagens de ser um associado

Veja também
Nenhum registro foi encontrado.

selecione o melhor resultado