Notícias

Bela Gil e Marcio Atalla

27 Abril 2019 - 18:18

Especialistas defendem estilo de vida com alimentação saudável e prática regular de atividade física

Bela Gil e Márcio Atalla empolgaram o público do Inspira Fenae 2019. A palestra de ambos discorreu sobre os benefícios da diversidade para um cotidiano transformado

Combinadas, e a partir da busca permanente de um entendimento integral de todos os fenômenos, a alimentação saudável e a prática regular de exercício físico são fatores fundamentais para a conquista de uma vida sempre melhor. Reflexões com o propósito de mostrar a consistência de um estilo de vida transformador, seja através da comida livre de artificialismo ou através de atividades esportivas cotidianas, foram apresentadas pela ativista e chef de cozinha natural Bela Gil e pelo professor em Educação Física pela USP, Márcio Atalla, nesta sexta-feira (27), em Belo Horizonte (MG).

A tese dos dois especialistas foi defendida durante a palestra “A influência da alimentação saudável para uma vida melhor”, que marcou sob aplausos da plateia a participação de ambos no segundo e último dia do Inspira 2019 Transformações, promovido pela Fenae e que ocorre no Dayreel Hotel & Centro de Convenções.

Bela Gil empolga Inspira

No palco do Inspira Fenae na capital mineira, Bela Gil discorreu sobre a transformação individual ou coletiva patrocinada pela culinária natural. “Minha visão é integral e focada no holismo, palavra derivada da língua grega e que significa todo. Alimentação saudável é a que faz bem para o corpo, para a emoção, para a mente e para o espírito, sem deixar de respeitar o meio ambiente”, disparou.

Ela argumentou que o prazer por comida processada ou industrializada pode até ter a sua importância, no que tem de opção individual, mas apresenta-se inócuo caso venha a provocar danos ao meio ambiente. “É como meu pai sempre me disse: ‘a diferença entre a doença e o remédio está na dose’, referindo-se ao cantor Gilberto Gil, adepto há mais de 30 anos de uma dieta a base de arroz integral, legumes cozidos com pouco óleo e biscoitos de farinha integral, dentro do princípio proposto pela macrobiótica, com a exclusão no cardápio de carnes vermelha e branca.  

Durante a palestra, a nutricionista e apresentadora de TV disse que o excesso causa diversos problemas por toda uma vida, muitas vezes irreversíveis. “Acredito na comida como ferramenta de transformação. Para mim, aliás, o ato de comer é político. Mas isso ocorre, porém, quando existe a oportunidade de escolha”, afirmou. Na ocasião, a chef de cozinha natural defendeu o movimento pela democratização da alimentação saudável no Brasil.

A paixão de Bella Gil pela cozinha integral foi despertada por dois fatores: a prática regular de Yoga e a descoberta de uma panela de feijão, então com 17 anos de idade e morando no exterior. “O alimento pode transformar a vida de alguém”, completou, para em seguida acrescentar: “A comida que aparece no prato vem da Terra. Nesse sentido, alimentação saudável é sinônimo da qualidade do local onde o alimento é cultivado. Para a preservação do meio ambiente, a biodiversidade é fundamental, pois existem 300 mil espécies de plantas que o ser humano pode consumir. Tendo esse princípio como referência, a minha cozinha é de resistência e de evolução”.

Para Bela Gil, a diversidade da Terra precisa estar refletida no prato de comida, para que haja minimamente a possibilidade de preservação da saúde das pessoas. E fez um alerta para a plateia do Inspira 2019 por meio de dicas curtas e diretas: cuidado com a Terra e a diversidade da alimentação, cuidado com os rótulos expostos nas gôndolas dos supermercados e retorno para a cozinha natural valorizando o ato de cozinhar. “A comida que se coloca hoje no prato pode definir o futuro da humanidade”, finalizou a nutricionista.

Participação de Márcio Atalla


“Estilo de vida envolve muitos aspectos, como alimentação, postura correta de dormir e exercício físico”. Assim, de maneira rápida e direta, Márcio Atalla deixou o seu recado para os participantes da edição 2019 do Inspira Fenae. Ele é especialista em treinamento de atletas de alto nível e possui pós-graduação em Nutrição.

Na sua palestra, Atalla contestou o sedentarismo, a quarta maior causa de morte mundo afora. “Os benefícios da atividade física estão comprovados por estudos realizados por médicos e pesquisadores renomados, tanto no país quanto no exterior. Isso se reflete em dois momentos na vida de quem exercita-se: o do lado social e o da saúde mental”, disse.

Márcio Atalla afirmou que a atividade física regular gera sensação de bem-estar aos praticantes, trazendo o aumento da aprendizagem e a melhora da memória. “Cada minuto que alguém fica sentado, a queima do excesso de gordura é de apenas uma caloria. Os que permanecem em pé queimam de duas ou mais calorias. Isso permite um controle de peso e da pressão muito grande, a ponto de a Organização Mundial de Saúde (OMS) revelar que o novo cigarro do século é a hábito de ficar sentado”, declarou.

Para o especialista em Educação Física, a regularidade na prática de atividade é fundamental para uma vida saudável. Sem isso, segundo Atalla, fica praticamente impossível ao ser humano superar o nocivo hábito da automação, que faz o cérebro decidir sempre pelo menor esforço.   

 

Veja também
Nenhum registro foi encontrado.

selecione o melhor resultado