Notícias

DialogosSalvador-600x400.jpeg
Foto: Victor Lima / Carta Capital

04 Dezembro 2018 - 20:29

Em Salvador, Diálogos Capitais reafirma importância dos bancos públicos

Evento teve grande participação do público. Na noite desta quinta-feira, os debates serão realizados em Natal (RN)

“Bancos públicos sob ataque: desafios, riscos e perspectivas”. Com esse tema, Salvador (BA) sediou, na noite desta segunda-feira (3), a quinta edição da série de debates Diálogos Capitais, parceria da Fenae com a revista Carta Capital.

Participaram do evento, como debatedores, o ex-governador e senador eleito pela Bahia Jaques Wagner (PT); a representante dos empregados no Conselho de Administração da Caixa e integrante da Diretoria da Fenae, Rita Serrano; o professor Luiz Gonzaga Belluzzo, da Unicamp; o diretor de redação da Carta Capital, Mino Carta; e o empresário Thiago Coelho. A mediação foi da jornalista Carla Araújo.

O professor Belluzzo voltou um pouco na história brasileira para lembrar que, em muitos momentos, o país criou formas institucionais de desenvolvimento. Ou seja, havia uma preocupação em se pensar o Brasil, uma arquitetura que hoje se vê ameaçada pelo desmonte. Sobre Paulo Guedes, futuro ministro da Economia, Belluzzo atestou: “é um sujeito anacrônico. É um economista de Chicago que pensa como nos anos 60”.

Rita Serrano, que também é coordenadora do Comitê Nacional em Defesa das Empresas Públicas, alertou que o desmonte das estatais brasileiras já vem ocorrendo. “O que se observa hoje é que já existe uma virada nessa política dos bancos públicos, distanciando-os de seu papel social”, alertou. Sobre a Caixa, frisou: “as tarifas foram aumentadas, os juros elevados, o crédito reduzido. Tudo em nome do lucro e dos dividendos. São políticas de instituição privada em um banco público”.

Jaques Wagner disse não saber prever “o tamanho da crueldade” no novo governo. “Teremos um papel de redução de danos; afinal, ele [Bolsonaro] foi eleito. Serve de alento que 47 milhões de brasileiros estão do nosso lado”, afirmou ao se referir ao número de votos obtidos por Fernando Haddad em outubro.

O evento teve grande participação do público que, além dos questionamentos, participou via internet - foram quase 7 mil visualizações pelo Facebook. A série Diálogos Capitais já passou por quatro cidades neste ano: São Paulo (SP), Belo Horizonte (MG), Teresina (PI) e Rio de Janeiro (RJ).

Depois da capital baiana será realizada em Natal, no Rio Grande do Norte, no próximo dia 6, quando participam a governadora eleita Fátima Bezerra; o presidente da Fenae, Jair Pedro Ferreira; o senador Jean Paul Prates; o sociólogo Jessé de Souza e o presidente da Associação Comercial e Empresarial do Rio Grande do Norte (ACS), Itamar Manso. As discussões serão mediadas pelo jornalista e professor Daniel Dantas Lemos.

Veja também
Nenhum registro foi encontrado.

selecione o melhor resultado