Notícias

corona_600x400_2.png

06/04/20 19:22 / Atualizado em 06/04/20 20:19

minuto(s) de leitura.

Covid 19: Caixa começar a instalar protetores acrílicos em agências

Novas medidas adotadas são resultado da atuação das entidades

Após pressão das entidades representativas dos trabalhadores, a direção da Caixa Econômica Federal anunciou novas medidas para proteger os empregados da pandemia do coronavírus. Dentre os procedimentos estão a instalação de protetores acrílicos  em 1.600 agências até o dia 20 de abril e, nas demais, até o dia 5 de maio; entrega de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) como máscaras e álcool gel;  manutenção dos trabalhadores do grupo de risco em home office, e redução do horário de funcionamento das agências em duas horas.

“São avanços que estamos obtendo, mas há ainda questões que precisam ser aprimoradas, para que a Caixa realize o atendimento social à população, que é tão essencial nesse momento, sem colocar em risco a vida dos seus trabalhadores”, explica o coordenador da Comissão Executiva dos Empregados da Caixa (CEE/Caixa), Dionísio Reis.

Para ele, o fundamental para reduzir os riscos a que estão expostos os trabalhadores é o fechamento das agências e que o acesso seja feito por agendamento somente para serviços considerados essenciais. “O que tenciona o atendimento e que é fruto da omissão da direção da Caixa é a formação de filas nas agências. A prioridade deve ser salvar vidas e a saúde dos trabalhadores e da população, uma vez que essas filas podem virar vetor do vírus. Vamos continuar cobrando essa medida por parte do banco”, argumentou.

 A CEE/Caixa orienta que os trabalhadores denunciem às entidades os problemas que ocorrerem nos locais de trabalho.

Pressão

 As medidas adotadas pela Caixa até o momento aconteceram devido a cobrança das entidades representativas dos trabalhadores - Comando Nacional dos Bancários, Comissão Executiva de Empregados (CEE/ Caixa), Contraf-CUT, sindicatos e federações, e a Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal (Fenae). O último comunicado com os novos protocolos foi emitido na sexta-feira (3) após cobrança de audiência com área responsável pelo atendimento no banco.

“O clima entre os trabalhadores é de muita apreensão, por temerem ficar expostos ao vírus e serem contagiados. Precisamos continuar mobilizados para assegurar que a Caixa tenha um sistema eficiente de controle de acesso às agências e o atendimento presencial seja exclusivo para serviços considerados essenciais”, defende Jair Ferreira, presidente da Fenae.

Em resposta às demandas das entidades representativas, a Caixa apontou os protocolos que têm adotado.

Confira as principais medidas:

– Uso de EPIs- O banco anunciou que já começou a entrega como máscaras e álcool gel, que são fundamentais para quem atende ao público e são recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como medidas de proteção contra o coronavírus.

Suspensão de eventos -Estão suspensas reuniões, treinamentos e quaisquer outras atividades que envolvam aglomeração de empregados e clientes.

-Proibição de campanhas de Incentivo: A CEE está cobrando também a retirada do ar do Conquiste.

Movimentações Funcionais: Designações, dispensas ou transferências de empregados somente devem ocorrer em casos devidamente justificados e com prévia autorização da Diretoria Rede de Varejo – DERED.

Grupo de Risco- A Caixa reiterou o home office para os empregados lotados em agências, como gestantes, pessoas com mais de 60 anos, doenças como diabetes e cardiovasculares, e PCDs.

Trabalho Remoto- Foi assegurado o revezamento entre trabalho remoto e presencial para 70% os empregados que estão fora do grupo de risco, em regime de escala semanal.

– Grupo Local Multidisplinar : criado para dar celeridade as soluções, divulgar informações e fazer acompanhamento das unidades nas questões relativas ao Covid 19.

– Atendimento Essencial Social: atendimento presencial nas agências para serviços considerados essenciais como cadastramento de senha numérica e pagamento de benefícios sem cartão, como abono, INSS, FGTS, seguro desemprego, Bolsa Família, dentre outros.

 – Atendimento preferencial nas baterias de caixa, que propiciam o afastamento físico, reforçando as medidas de prevenção.

– Suspensão de atendimento: poderá haver a suspensão temporária do atendimento prestado na agência, em caso de necessidade por força maior, conforme orientação do Grupo Multidisciplinar Local.

 

 

 

 

 

 

 

Acesse as redes da Fenae:

Acesse e conheça as vantagens de ser um associado

Veja também
Nenhum registro foi encontrado.

selecione o melhor resultado