Notícias

CongressoDia-600x400

11 Junho 2018 - 18:20

Câmara dos Deputados realizará debate sobre planos de saúde de autogestão

Audiência pública, solicitada pela Fenae, vai discutir os impactos da Resolução nº 23 da CGPAR. Data ainda não está definida

A Resolução nº 23 da Comissão Interministerial de Governança Corporativa e de Administração de Participações Societárias da União (CGPAR) e os impactos sobre os planos de saúde de autogestão das estatais serão tema de debate na Câmara dos Deputados. É que foi aprovado na quarta-feira (6), pela Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público (CTASP), requerimento da deputada federal Érika Kokay (PT/DF) para realização de audiência pública.

A data ainda não está definida. Entre os convidados estão Jair Pedro Ferreira, presidente da Fenae; Reinaldo Fujimoto, presidente da Anabb; William Mendes, representante da Cassi; Suzy Cristiny da Costa, representante do plano de saúde dos Correios e da Fentect; José Aparecido Rufino, representante do plano dos Correios e da Findect; Paulo Cesar Chamadoiro Martin, representante do plano da Petrobras; e Luiz Borges, representante do plano do BNDES.

A audiência pública foi solicitada pela Fenae junto ao gabinete da deputada Érika Kokay. Fabiana Matheus, diretora de Saúde e Previdência da Federação, destaca a importância dos debates. “As medidas impostas pelo governo poderão inviabilizar o Saúde Caixa e os outros planos de saúde dos empregados das estatais. Não podemos permitir a retirada de direitos, o que só conseguiremos com informação e mobilização”, afirma.

O pedido de audiência é também um desdobramento do Projeto de Decreto Legislativo (PDC) nº 956/2018, também de autoria de Érika Kokay, que objetiva sustar a mencionada Resolução. Está disponível no site da Câmara dos Deputados a enquete sobre a proposta. Até esta segunda-feira (11), mais de 11 mil pessoas haviam opinado, das quais 94% se manifestaram favoráveis ao projeto.

Defesa do Saúde Caixa

No dia 9 de maio, entidades representativas dos trabalhadores da Caixa lançaram a campanha “Saúde Caixa: eu defendo”. A iniciativa visa sensibilizar usuários para a importância da política de saúde, mobilizando trabalhadores da ativa e aposentados. Uma das próximas ações será a realização de audiência pública e seminário na Câmara dos Deputados, ainda no mês de junho. Participam da campanha Fenae, Contraf-CUT, Fenacef, Fenag, Advocef, Aneac e Social Caixa.

As entidades promoverão, no dia 20 de junho, um dia de mobilização, quando todos os usuários do Saúde Caixa serão convidados a vestir branco como símbolo de defesa do plano de saúde da categoria. No dia, serão realizadas diversas ações nas GIPES e REPES e em todas as demais unidades da Caixa.

 

selecione o melhor resultado