Notícias

card-materia-5-anos-em-belagua 30.07.jpg

31/07/20 09:00 / Atualizado em 30/07/20 17:20

minuto(s) de leitura.

Autonomia das comunidades animou expansão de iniciativas em Belágua

Além da segunda etapa do projeto de produção apícola em Preazinho, mais duas comunidades passaram a ser atendidas e Jabuti inaugurou Casa de Farinha.

No terceiro ano de atuação no município maranhense, as comunidades atendidas pelo Movimento Solidário em Belágua (MA) começaram a alcançar autonomia ao gerenciar seus projetos e colher os frutos do trabalho coletivo.  A rapidez com que isso ocorreu levou o programa de desenvolvimento sustentável da Fenae e das Apcefs a adotar duas novas comunidades e implementar novas ações em outras duas já contempladas desde 2015. Foi o início do processo de expansão do programa, que já chegou a 27 povoados. 

Em 2018 foram entregues dois tanques de peixes nas novas comunidades, Juçaral e São Domingos, que fizeram festa e comemoraram a inclusão no programa: “A comunidade está feliz e não vai deixar esse projeto acabar. Nossa esperança é que nossas crianças tenham desenvolvimento melhor e não passem fome”, disse o líder comunitário Raimundo Silva Barros, de São Domingos. 

Na comunidade de Jabuti, por sua vez, as famílias comemoraram a inauguração da Casa de produção de farinha, com melhor estrutura e, em Preazinho, as mulheres, que já produziam mel de abelhas sem ferrão, receberam maquinários para melhorar a extração, filtragem e conservação. O produto das abelhas de lá é considerado um dos melhores do mundo. 

A parceria com a Colônia de Pescadores do município, que doou o espaço físico, e com o grupo Geração Santa, que dá suporte educacional aos frequentadores do local, permitiu que o Movimento Solidário entregasse toda a estrutura de um Telecentro, com computadores e acesso à internet. 

No total foram investidos R$ 81.500,00 em nove projetos implantados em 2018, três de horticultura, um de Apicultura, dois de Piscicultura e três poços artesianos, com 55 famílias beneficiadas e 268 pessoas impactadas.

“Tudo isso que estamos fazendo em Belágua só é possível porque as comunidades abraçam como seus esses projetos e também graças à solidariedade dos colegas da Caixa, bem como o apoio de parceiros como a Wiz Soluções, o Governo do Maranhão e a Prefeitura”, salienta a diretora de Impacto Social da Fenae, Francisca de Assis Araújo. 

Se você quer fazer parte dessa corrente de solidariedade, acesse: www.fenae.org.br/movimentosolidario   e saiba como! 

 

 

 

Acesse as redes da Fenae:

Acesse e conheça as vantagens de ser um associado

Veja também
Nenhum registro foi encontrado.

selecione o melhor resultado