Notícias

card-fenae-assessora-guedes-600x400.png

29/05/20 17:41 / Atualizado em 29/05/20 17:44

minuto(s) de leitura.

Assessora de Guedes acha que morte de idosos por coronavirus é bom para Reforma da Previdência

Sem constrangimento, Solange Vieira, diz que enxerga morte idosos positiva para reduzir deficit previdenciário

“É bom que as mortes se concentrem entre os idosos... Isso melhorará nosso desempenho econômico”, afirmou a assessora de Paulo Guedes, Solange Vieira. A declaração infame foi revelada na última terça-feira (26), dia em que o Brasil completou mais de 23 mil mortes pelo coronavírus.

A matéria que foi publicada pela agência internacional ‘Reuters’ expôs mais uma face do aterrorizante governo de Jair Bolsonaro.

Em reunião com técnicos do Ministério da Saúde, em março, Solange Vieira, que também é titular da Superintendência de Seguros Privados (SUSEP), declarou que “É bom que as mortes se concentrem entre os idosos… Isso melhorará nosso desempenho econômico, pois reduzirá nosso déficit previdenciário”. A fala da assessora foi confirmada por mais de um participante da reunião.

Não por acaso, Vieira participou ativamente da articulação da Reforma da Previdência que acabou com a aposentadoria de milhões de brasileiros no ano passado e é considerada a mãe do fator previdenciário, ainda na Reforma do governo de Fernando Henrique Cardoso (FHC). A falta de humanidade escancarada, infelizmente, não é mais novidade no governo.

Os idosos são considerados o primeiro grupo de risco da doença. Segundo o Ministério da Saúde, pessoas com mais de 60 anos representam 69% das mortes até agora e tendo em vista a grande subnotificação, os números podem ser maiores ainda.

Acesse as redes da Fenae:

Acesse e conheça as vantagens de ser um associado

Veja também
Nenhum registro foi encontrado.

selecione o melhor resultado