Notícias

SESSAO ASSEMBLEIA SERGIPE BANCOS PUBLICOS.jpg

07/05/19 11:27 / Atualizado em 07/05/19 11:31

Assembleia Legislativa de Sergipe debate a importância dos bancos públicos para o Brasil

A sessão especial, em homenagem aos 50 anos da Federação dos Bancários da Bahia e Sergipe, contou com a participação do presidente da Fenae, Jair Ferreira, e da conselheira Rita Serrano

Números apresentados pelo presidente da Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal (Fenae), Jair Pedro Ferreira, em sessão especial na Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), nesta segunda-feira (6), revelam a importância dos bancos públicos para o desenvolvimento econômico e social do Estado. Em Sergipe, cerca de 97% das operações de crédito ativas são realizadas por essas instituições; no crédito imobiliário a Caixa é responsável por 84,1% dos financiamentos e os bancos privados não possuem nenhuma operação.

“Numa sociedade tão desigual, não podemos não contar com os bancos públicos. Caixa, BNDES, Banco do Brasil, Banco do Nordeste e outros são os grandes responsáveis por impulsionar o desenvolvimento, a criação de emprego e renda. Nós teríamos um prejuízo muito grande, tanto no financiamento imobiliário, como também no financiamento rural e no desenvolvimento regional. Basta analisarmos o papel desempenhado pelo BNDES para o desenvolvimento das regiões Norte e Nordeste do país”, destaca Jair Ferreira.

O cenário da relevância dos bancos públicos para o desenvolvimento econômico e social do Brasil foi o tema central da sessão especial de iniciativa do deputado estadual Luciano Pimentel (PSB/SE), para marcar os 50 anos da Federação dos Bancários da Bahia e Sergipe (Feebbase). O evento foi organizado com apoio do Sindicato dos Bancários de Sergipe (Seeb/SE).

O deputado Luciano, que é bancário, lembrou que a Caixa Econômica Federal é responsável pela implantação de iniciativas do Governo Federal em setores como infraestrutura, habitação e saneamento básico, que atua também como provedora de serviços bancários, estando entre os maiores bancos da América Latina.

Os representantes das entidades representativas dos trabalhadores que participaram da sessão especial também destacaram a atuação do banco no pagamento de benefícios sociais, como o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), o Seguro-Desemprego e o Programa de Integração Social (PIS), e também de programas de transferência de renda, como o Bolsa Família entre outros.

A representante dos empregados no Conselho de Administração da Caixa e diretora da Fenae, Rita Serrano, alerta que os recursos para as políticas públicas não podem estar nas mãos dos bancos privados, que só visam lucro. “O ataque ao Banco do Brasil, à Caixa e ao BNDES faz parte da estratégia de destruição do setor público. Os trabalhadores perdem quando os bancos públicos enfraquecem”, enfatiza ela.

A presidente do Sindicato dos Bancários de Sergipe, Ivânia Pereira, durante a sessão especial, chamou à atenção para a defesa da soberania nacional e do patrimônio público histórico dos bancos públicos. Para ela, é preciso alertar a sociedade sobre os riscos da privatização explicando que as medidas de ‘vende-pátria’, apresentadas pelo Governo Federal, prejudicará a economia do país e refletirá diretamente na qualidade de vida do povo brasileiro.

Para Hermelino Souza Meira Neto, presidente da Federação dos Bancários da Bahia e Sergipe, o evento é de grande relevância para a sociedade. Ele entende que o momento é de renovar as forças e a esperança na construção de uma região melhor, de um nordeste melhor e de um país mais justo e igualitário.

Diversas lideranças sindicais, sociais e políticas participaram do evento. Entre os presentes estiveram o presidente nacional da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Adilson Araújo; da presidenta da Associação dos Funcionários do Banco do Nordeste do Brasil (AFBNB), Rita Josina Feitosa; o presidente do SEEB/BA, Augusto Vasconcelos; o secretário Geral da Feebbase, Emanoel Souza de Jesus.  e a coordenadora do Comitê Nacional em Defesa das Empresas Públicas, Rita Serrano.

Também prestigiaram o debate, o secretário de Estado da Fazenda, Marcos Vinicius Nascimento, que representou o Governador do Estado; o coordenador do Dieese, Luiz Moura; os deputados estaduais Iran Barbosa, Diná Almeida e Zezinho Guimarães, o deputado federal João Daniel e o vereador Américo de Deus.

Acesse as redes da Fenae:

Acesse e conheça as vantagens de ser um associado

Veja também
Nenhum registro foi encontrado.

selecione o melhor resultado